Share Button

Hoje, 21 de novembro, é Dia da Saudade do Jornalista Falecido. A data marca o dia da morte do jornalista e médico italiano Giovanni Baptista Líbero Badaró, que chegou ao Brasil em 1826, aos 28 anos de idade. Na época, o controle político do país era disputado por dois partidos: o Português, apoiado pelo imperador dom Pedro I, e o Brasileiro, que defendia ideais nacionalistas. Badaró engajou-se a favor do Partido Brasileiro e, em 1928, fundou o jornal Observatório Constitucional, no qual defendia a liberdade de imprensa no país.

liberobadaró

Na noite de 20 de novembro de 1831, ele foi atingido por tiros de pistolas partidos de dois desconhecidos quando entrava em sua casa, na antiga Rua Nova de São José, no centro de São Paulo. Na manhã seguinte, antes de dar o último suspiro, disse a frase que o imortalizou: “Morre um liberal, mas não morre a liberdade”. Segundo alguns historiadores, a ordem para matar Badaró teria partido do próprio imperador, irritado com as duras críticas ao Império feitas pelo jornalista. Em 1889, depois da Proclamação da República, a Rua Nova de São José virou Rua Líbero Badaró.

Share Button