Share Button

A Praça da República é conhecida pela feira de artesanato que abriga aos finais de semana. Todos os sábados e domingos, uma concentração de barracas oferece aos passantes desde comidas típicas nordestinas até objetos da cultura latino-americana. A tradição teve início em 11 de novembro de 1956, quando o filatelista J.L. de Barros Pimentel promoveu uma pequena exposição de seus selos antigos. Com o tempo, o lugar acabou juntando hippies e artistas, e virou uma galeria a céu aberto.

Feira da Pça. da República

O local que hoje abriga a Praça da República começou a se formar no século 18, em terras do tenente José Arouche de Toledo Rendon. Chamava-se, originalmente, Praça dos Milicianos, pois era sede de treinamentos militares. Depois, ganhou um anfiteatro e passou a abrigar festas, cavalgadas e touradas, ficando então conhecida como Praça dos Curros. Em 1865, teve seu nome oficial alterado para Praça Sete de Abril, em homenagem à data de abdicação de D. Pedro I. Nessa época, passou por reformas e foi transformado num centro de descanso e lazer.

Com a Proclamação da República, em 15 de novembro de 1889, vereadores paulistanos mudaram o nome de diversas ruas e praças importantes da cidade, para celebrar o acontecimento. A então Praça Sete de Abril foi uma das contempladas, ganhando o nome de Praça da República. Na virada do século 19 para o século 20, a praça passou por nova reforma, ganhando jardins, lagos, pontes e um edifício onde funcionou a antiga Escola Normal Caetano de Campos,  de 1894 a 1978. O prédio é hoje sede da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo.

b10

Praça da República em 1972

FEIRA DE ARTESANATO DA PRAÇA DA REPÚBLICA
Praça da República, s/n, Centro
Tel. 98138-1970
Sábados e domingos, das 9h às 17h

 

Share Button