“Sempre me perguntam se a minha dança é religiosa, se homenageia orixás”, afirma Fanta Konatê, cantora e dançarina nascida na Costa do Marfim e criada na Guiné, país africano de colonização francesa. “Neste tipo de dança, cada movimento tem um significado místico, enquanto a minha dança é de festividades e comemorações”. Ela vive há dez...