Share Button

Desde 2002, todo primeiro sábado do mês, um sanduíche faz a alegria dos moradores do bairro da Pompeia e arredores. São 200 quilos de calabresa para abastecer quase 400 lanches, vendidos entre 11 e 17 horas, em frente à sede da Sociedade Paulista de Estudos Espíritas, no número 723 da rua Dr. Augusto de Miranda. Cada um custa R$ 9.

A Sociedade Paulista de Estudos Espíritas (SPEE) foi fundada em 3 de outubro de 1995 pela família do empresário Ercílio Mantovani.  Ali, são promovidos semanalmente palestras e estudos sobre a doutrina espírita. A entidade tem 60 associados. Em 1999, a SPEE montou pela primeira vez uma barraca de sanduíches de calabresa. Foi na tradicional Feira de Artes da Villa Pompeia. “Naquele ano, a Feira tinha poucas barracas vendendo lanches, então fizemos uma boa arrecadação”, lembra Altair Ribeiro, associado da entidade há 10 anos. “Nos anos seguintes, a concorrência aumentou e nosso movimento caiu. Então deixamos de participar”.

barraca dez 4

Trinta voluntários trabalham na Barraca de Lanches e no Bazar de Usados, que acontece sempre no primeiro sábado do mês

Em 2002, Ercílio Mantovani, dono de três famosos bares da região – Botequim, Velho Rabo e Boteco São Paulo – sugeriu montar uma barraca em frente à sede da SPEE para vender o sanduíche de linguiça. Nas suas casas, Mantovani faz sucesso com uma linguiça que vem de Erechim, no interior gaúcho. Mas não é a mesma usada na barraca desses sábados.

Trinta voluntários trabalharão no próximo sábado, dia 7, na barraca de sanduíches e também no Bazar de Usados, que acontece na parte interna da sede.  O bazar vende roupas, sapatos e outros objetos usados. A renda serve para financiar programas feitos pela SPEE, como aulas de alfabetização para adultos (segunda a quinta-feira) e para compra de cestas básicas para 14 famílias cadastradas. Além disso, o dinheiro também é usado para pagar  as despesas de aluguel, água, luz e telefone.

11692561_662366860531484_895221473717656820_n

São quase 200 quilos de linguiça para abastecer os quase 400 sanduíches de calabresa vendidos no evento

Além do sanduíche de calabresa, há também frango e hambúrguer bovino.  Mas, nesses casos, a venda não passa de dez de cada. “O pessoal vem mesmo por causa da calabresa”, afirma Ricardo Neves, atual presidente da Sociedade. “Tem gente que pede para comprar a calabresa separadamente. Mas o melhor de tudo é que muita gente fica conhecendo nosso trabalho social por  causa desse sanduíche”.

SERVIÇO
Sociedade Paulista de Estudos Espíritas
Rua Doutor Augusto de Miranda, 723, Pompéia
Tel.: 3875-4228
Todo primeiro sábado do mês, 11h/17h

Share Button