Share Button

A jaca será uma das atrações do Café Mocotó, que o chef Rodrigo Oliveira irá inaugurar no primeiro semestre de 2013. O novo endereço irá funcionar ao lado do badalado Mocotó, na Vila Medeiros, onde antes funcionava uma padaria. O cardápio terá um prato com caroços da fruta, cozidos e descascados. “São uma iguaria”, afirma o chef. Ela também aparece na forma de um sorbet, feito apenas com polpa fresca, açúcar e água. “É uma fruta poderosa, que não precisa de acessórios, ao contrário de outras frutas”, afirma Rodrigo.

jaca

No restaurante, a jaca é servida na forma de doce, que vem da cidade de Custódio (PE). Para fazer o doce, utiliza-se a jaca dura. É preciso retirar gomo por gomo, todas as sementes e membranas que ficam grudadas à polpa. Depois, a fruta é cozida em uma calda leve de açúcar.

A fruta está presente também em outros restaurantes e em sorveterias da cidade. No mês passado, a Sorvetes Rochinha lançou os picolés de jaca. A fábrica armazenou quatro toneladas da fruta para o verão que se aproxima.

Com apenas 55 calorias, ele é feito apenas de polpa da fruta, açúcar e água. “Por causa da consistência cremosa da jaca, as pessoas até pensam que usamos leite na receita”, conta a nutricionista Débora Lopes, responsável pelos novos sabores da marca.

Para os fãs da fruta – que veio da Ásia, mas já é quase considerada brasileira –, o Blog do Curiocidade preparou um roteiro da jaca em São Paulo.

Aconchego Carioca. O carro-chefe do boteco carioca – cuja filial paulistana abriu em setembro – é o bolinho de feijoada, mas uma das sobremesas chama a atenção: doce de jaca com requeijão gratinado (R$ 15). Al. Jaú, 1.372, Jd. Paulista, 3062-8262.

Clandestino. No segundo andar do Dui, a chef Bel Coelho serve um menu-degustação de 13 tempos às quintas-feiras. O cardápio desta temporada é inspirado nos orixás. O prato que homenageia Oxóssi tem costela de javali na taioba, ao molho de cacau 100% e jaca verde na manteiga de garrafa. R$ 195, somente com reservas. Al. Franca, 1.590, Jd. Paulista, 2649-7952.

Damp. Sem leite ou qualquer aditivo, o sorvete de jaca (R$ 65, o quilo, ou R$ 6,50, por bola) tem pedacinhos da fruta e está diariamente no bufê da Damp. R. General Lecor, 512, Ipiranga, 2274-0746. R. Bela Nápoles, 29, Vila Leopoldina, 3644-5541.

Frutos do Brasil. Um lugar que tem picolés de frutas como mamacadela, brejaúba e araticum só poderia ter também o sorvete de jaca (R$ 3,50). R. Áurea, 351, V. Mariana, 5084-8014.

Mocotó. Av. Nossa Senhora do Loreto, 1.100, V. Medeiros, 2951-3056.

Sorvetes Rochinha. Al. Santos, 33, Jd. Paulista, 3288-6882.

Taperebá. Entre bacuri, graviola e cupuaçu, há também o sorvete de jaca, vendido a R$ 32, o quilo. Mas é preciso ter sorte para encontrá-lo, já que a sorveteria funciona em esquema de rodízio – nem sempre o sabor exótico está na vitrine. R. Girassol, 401, V. Madalena, 2501-7771.

Share Button