Share Button

Os sócios Henrique Malheiros, Daniel Heury e Jones Marciano reinauguraram, no último sábado do mês de outubro, 26, a tradicional casa de chá colonial As Noviças. A casa foi fundado em 1976 por Carlos Ivan Siqueira, então diretor da Varig, que trouxe a ideia ao Brasil depois de passar uma temporada na França. Na Rua Cotovia, em Moema, ele montou uma casa nos moldes dos conventos europeus, cujas garçonetes eram jovens fantasiadas de noviças. O curioso é que uma porta separava o local de um segundo restaurante, batizado de Os Monges, que era a versão masculina de As Noviças. Lá, eram rapazes vestidos de frades que atendiam os clientes. Ao longo dos 37 anos de história, As Noviças mudou de dono e endereço (fechou as portas em 2012 na Alameda dos Aicás, mesma rua em que funcionou As Mestiças, aquela que foi a sua maior concorrente nos anos 80), mas não largou a tradição. Duas de suas garçonetes, Efigênia Dumont Domingues, 57 anos, e Maria Lúcia de Campos são funcionárias do restaurante desde a década de 70. Efigênia foi contratada quando era uma mocinha de 20 anos: “As novas gerações nem sabem o que é uma noviça, mas eu faço o possível para passar adiante a tradição”, orgulha-se. “Antigos clientes passam em frente ao restaurante e reconhecem as freiras”, festeja Sérgio Silvério, 28 anos, assistente administrativo do novo negócio. “Apostamos na ligação histórica de As Noviças com a cidade”.

novicas

O novo empreendimento fica na Avenida Miruna, endereço antes ocupado pelo restaurante português A Casota.  O ambiente tem capacidade para 160 pessoas, além de uma sala para eventos empresariais.  Há uma área externa que, além das mesinhas e da iluminação ambiente, conta com uma ameixeira de 10 metros de altura. A maior transformação aconteceu no cardápio.  O farto rodízio de chás, pães, salgados e tortas (R$ 45) começa a ser servido às 15h. Só que agora as sobremesas (como torta holandesa, cheesecake com cobertura de morango ou torta de limão) passaram a ser vendidas à parte e custam R$ 9 cada uma. De terça a domingo, das 12h às 15h, As Noviças oferecem almoço à la carte (R$ 35).  Jorge Sabongi, proprietário do Khan El Khalili, conhecida casa de chá egípcio e shows de dança do ventre, uma das pioneiras a oferecer  serviço de chá em São Paulo, vê com bons olhos a volta de As Noviças. “É muito estranho estar sozinho num ramo de atividade”, afirma.  “Com mais casas, o público tende a pensar mais neste tipo de lazer”.

(Atualização:  a reportagem foi publicada na época da reinauguração da casa.  Nos comentários mais recentes, porém, os nossos leitores estão reclamando da qualidade das comidas)

Atualização em 31/7/2017: a casa já se encontra fechada

Share Button