Share Button

No último dia 29, domingo retrasado, fui almoçar com a família no Red Lobster da Avenida Brigadeiro Faria Lima. Foi nossa segunda visita à casa. Tinha ido logo que ela abriu, em agosto do ano passado, e enfrentei uma fila de espera quilométrica. Desta vez, no entanto, consegui uma mesa assim que cheguei. E o andar de cima estava fechado, todo vazio. A comida demorou muito, o serviço estava atrapalhado. Mal eu poderia imaginar que aquele seria o último dia do restaurante. A unidade para 200 pessoas fechou as portas do mesmo modo que as abriu em 6 agosto de 2014 – discreta e silenciosamente. “Foi do nada”, afirma um segurança da Caixa Econômica Federal, prédio vizinho à antiga casa de peixes e frutos do mar. “Eles estavam a todo vapor no domingo e na segunda tudo havia sumido. Deve ser a crise”.

12336135_942699665824046_1339800480_n

Não sobrou mais nenhuma lembrança do Red Lobster na Avenida Brigadeiro Faria Lima:…

redlobs

… o letreiro, a lagosta vermelha e até as janelas foram retiradas

A marca chegou no Brasil pelas mãos de uma parceria com a International Meal Company (IMC), uma multimarca de alimentos. A empresa é dona também das redes Viena e Frango Assado. A primeira unidade brasileira do Red Lobster foi inaugurada no Terminal 2 do Aeroporto Internacional de Guarulhos no dia 13 de maio de 2014.

Sobre as razões do fechamento da casa, a assessoria de imprensa encaminhou uma nota de esclarecimento que pouco esclarece:

O grupo IMC – International Meal Company – confirma o fechamento da unidade do Red Lobster na Avenida Faria Lima, em São Paulo. Esta é uma decisão estratégica da companhia, que zela sempre por operações eficientes.

Esse movimento foi totalmente alinhado com o Red Lobster internacional. A IMC reforça que acredita na força da marca no país e segue com as duas unidades que já são conhecidas do consumidor, localizadas no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, e no Aeroporto Internacional de Brasília, no Distrito Federal.

12335984_942699765824036_664037699_n

A casa foi fechada no domingo retrasado, dia 29, mas os móveis ainda estão no local

O primeiro Red Lobster surgiu em 1968 na cidade americana de Lakeland, na Flórida. Bill Darden, o fundador da rede, começou a avançar por todo o sudoeste do país. Hoje já são cerca de 680 Red Lobster só entre os Estados Unidos e o Canadá. Como informa a nota, agora em solo nacional, ainda funcionam dois pontos da rede: um no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, e outro no Aeroporto Juscelino Kubitschek, em Brasília.

Share Button