Share Button

Você acha que é um clone do PVC e se lembra dos nomes dos reservas da Caldense, de Poços de Caldas (MG), de 1978? Quatro unidades da Liga Retrô, loja especializada em reeditar camisas de clubes que marcaram época, estão fazendo um desafio que pode garantir descontos e até uma camisa de presente para quem acertar o nome de dez jogadores dos anos 70 e 80 do futebol brasileiro. A promoção vai até meados de abril. Os atletas não foram escolhidos de uma maneira descriteriosa: os 110 cards disponíveis nas lojas dos shoppings Pátio Paulista, Eldorado, Villa-Lobos e São Bernardo Plaza fizeram parte da coleção Futebol Cards, que acompanhavam os chicletes Ping Pong entre 1978 e 1979.

Quiosque da Liga Retrô

Apenas quatro quiosques da Liga Retrô participam da promoção

O desafio é separado em cinco níveis. No primeiro, cards de dois jogadores de clubes famosos são aleatoriamente retirados de uma caixinha. Se o cliente acertar, ganha 10% de desconto. A cada etapa, a dificuldade e os descontos aumentam, até chegar ao quinto nível, quando uma camisa de brinde estará em jogo – qualquer modelo entra na brincadeira. De dentro da última caixa, sairão jogadores menos famosos. Dizem as más línguas que há possibilidades de o cliente encontrar cards de Claudinho, do Londrina (PR), ou João Carlos Motoca, do Botafogo de Ribeirão Preto (SP). “Ninguém conseguiu acertar todos ainda”, conta Luiz Carlos Filho, dono das quatro franquias da Liga Retrô que fazem a promoção. “O máximo que um comprador chegou foi a nove acertos, o que lhe valeu um desconto de 50%”. Ele não conseguiu identificar Jorge Nobre, do Colorado, time que se juntou ao Pinheiros e deu origem ao Paraná Clube.

motoca

Será que você acertaria o Motoca?

A ideia para a “promoção-desafio” foi inspirada nos tempos de criança de Luiz Carlos, hoje com 46 anos e colecionador de Futebol Cards. “Escondíamos o rosto do jogador para o amigo acertar, se ele soubesse o nome, ele ganhava o card”, conta Luiz. A coleção da Ping Pong é composta por 468 cards, mas somente 110 estão disponíveis nas lojas. “Alguns funcionários da loja tinham poucos, pegamos mais de fotos na internet”, diz. Quem se animou com a promoção foi o catarinense Eder Corvalão, criador do site Cards Ping Pong, que possui seis coleções completas da febre que detonou os dentes de muitas crianças no final dos anos 70. “Tenho quase certeza que acertaria todos, até decorei o número de cada card”, afirma Corvalão, que não descarta dar uma chegadinha em São Paulo nos próximos dias. “Os únicos que teria dificuldade são Baiano e Mirandinha, da Caldense, porque eles parecem irmãos gêmeos”.

caldense

Os únicos temores de Corvalão: Baiano e Mirandinha

Share Button