Share Button

A loja é uma bagunça só. A fachada ganhou desenhos do Super Mario e também do herói japonês Ultraman. Há um painel com seis discos de vinil pendurados sobre a porta de entrada e os consoles de vídeo games expostos no pequeno balcão acabam atraindo uma legião cada vez maior de nerds à loja Super Anos 80, inaugurada há um ano, no bairro do Cambuci. Portuga joga sozinho Cruis’n USA, game lançado em 1994 para o Nintendo 64. De tão compenetrado na brincadeira, às vezes, ele nem vê os clientes que entraram.

imagem

Fachada da loja Super Anos 80

IMG_4005

A loja apresenta 600 objetos para vendas e trocas

São 23 prateleiras que sustentam fitas, vinis, jogos, bonés, rádios, canetas, cartas, camisas, uniformes, consoles e brinquedos. Ao todo, 600 objetos retrôs estão milimetricamente bagunçados na loja. Delfim Carvalho Gonçalves, o “Portuga”, de 41 anos, é colecionador desde 1999. “Minha mulher já brigou muito comigo por isso”, conta. “Ela achava que eu trazia muito lixo para casa. Hoje, ela percebeu que o negócio é rentável”.  Portuga é casado com a compreensível Denise há 12 anos e tem dois filhos – Giovana, 9, e Gabriel, 6. “O caçula apresenta os vídeo games aos clientes, assopra as fitas e vai comigo às feiras”, conta Portuga.

IMG_3884

Portuga ao lado do filho Gabriel, de 6 anos

Antes de abrir a loja, onde antes era a garagem da casa da família, Portuga trabalhou como motoboy e depois como auxiliar de cozinha, fritando salgadinhos. Ele chegou a montar uma lanchonete ali. Paulistano e torcedor da Portuguesa, Delfim é o quarto de um família de seis irmãos. Ao lado dos dois mais velhos – José Delfim, 52 anos, e Edílson, 49 -, ele abriu o primeiro negócio de brinquedos antigos da família na Galeria Sete de Abril, no Centro. Ele explica que, apesar de o estabelecimento também se chamar Super Anos 80, os produtos dos irmãos são mais antigos. “Minha especialidade é a partir da década de 80”, completa.

IMG_3969

Falante e dono de duas tatuagens no braço esquerdo (Ultraman e o Dragão, do desenho Dragon Ball), Portuga gosta de contar a história de cada produto. O primeiro escolhido por ele é o ursinho Teddy, lançado nos Estados Unidos em 1985. “Foi criado para as crianças americanas ouvirem histórias, por isso ele mexe a boca e os olhos”, explica. O radinho Orelhinha é outro destaque da loja. Ele foi lançado em 1986, especialmente para a Copa do Mundo daquele ano, que foi disputada no México. O aparelho e o urso custam 100 reais cada.

IMG_3829

Portuga segura o ursinho Teddy, que foi lançado nos Estados Unidos em 1985

IMG_3998

Rádio Orelhinha, lançado em 1986, ano da Copa do Mundo disputada no México

Serviço
Rua Heitor Peixoto, 555, Cambuci
Tel. 3207-2871
Seg. a sáb., das 10h às 18h, e dom., das 9h às 13h

(Com sugestão de Thays Freitas, reportagem de Vinícius Custódio e fotos de Fernanda Silva)

Share Button