Share Button

Uma das pizzarias mais charmosas da cidade fechou as portas e colocou tudo à venda. A faixa vermelha na frente do casarão na Rua Vanderlei, 795, em Perdizes, dá as despedidas da Bendita Hora depois de 14 anos.  “Restaurante nunca mais!”, afirma Alexandre Tadeu Bacellar, dono do negócio. “Era prazeroso acompanhar a casa não só pelo lado financeiro. Gostava de ver a alegria das pessoas comemorando conquistas e celebrando. Nos últimos meses, porém, estávamos com muitos problemas. Isso tornou o convívio familiar e o trabalho cansativo”. Apesar de muita gente ter ficado chocada com a decisão, Bacellar põe um ponto final na história: “A família cansou”.

Anúncio de "Vende tudo" na frente do restaurante.

Faixa de “Restaurante – Vende tudo” anuncia o fim da Bendita Hora

Estão à venda 1.000 talheres, 800 copos, 400 cadeiras e 140 mesas, além de velas, latas de lixo, câmara fria, mochilas térmicas para entrega, displays de mesa, ventiladores, quadros, vasos, jogos americanos, assadeiras para pizza, coolers, espelhos, garrafas para azeite, prateleiras, quadros, lustres, fogão industrial e réchauds. Os objetos estão espalhados pelos 1 500 metros quadrados dos três ambientes da casa. Até a coleção de vinis, que ficava na sala de espera, está à venda. O mobiliário foi desenvolvido pelo próprio Bacellar. “Isso é que dava o charme da pizzaria”, jacta-se. O casarão é alugado e será devolvido. Bacellar não informa quanto pagava de aluguel.

A história da Bendita Hora começou com Bacellar fazendo pizzas para os amigos em casa. “As pessoas viviam repetindo que eu deveria abrir uma pizzaria e foi o que fiz. Abri a primeira unidade em Santana de Parnaíba, no ano de 2002”, conta . Ele ficou ali apenas um ano. Logo expandiu e abriu três unidades – Alphaville, Moema e Perdizes.

Fachada do "Bendita Hora"

A unidade de Perdizes foi a última das três a fechar as portas

A primeira baixa foi registrada em 2012. A unidade de Moema fechou. Bacellar sentiu a crise em 2015 e decidiu não postergar algo que já não vinha indo bem. Bacellar, a mulher e os três filhos, que tocavam os negócios, encerraram as atividades da pizzaria de Alphaville em dezembro passado. Em 28 de fevereiro deste ano, a família apagou as luzes da unidade da rua Vanderlei.

Família Bacelar Foto: José Henrique Vieira/"Spinvisivel"

Família Bacellar (Foto: José Henrique Vieira/”Spinvisivel”)

“Vivíamos numa hierarquia tanto no âmbito profissional quanto no pessoal”, diz Bacellar. “Agora meus filhos estão formando suas próprias famílias e querem ter sua independência. Apenas um deles irá continuar no ramo e está abrindo um restaurante em Florianópolis. A proposta é totalmente diferente do que ele vivia aqui. É para ser algo tranquilo, tendo tempo de pescar e entrar em contato com a natureza. Eu e a Eduarda, minha mulher, já estamos com 60 anos. Vamos nos aposentar”. A família irá acabar com a “relação profissional-familiar” e espera se encontrar apenas em momentos tradicionais como almoços de domingo e festas comemorativas.

O “Vende Tudo” acontecerá até o final de março, de segunda a quinta, das 10h às 16h. Mais informações pelo e-mail benditahora@benditahora.com.br ou pelo telefone (11) 97375-2421.

Share Button