Share Button

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) intensificou a fiscalização aos veículos que desrespeitam as faixas de pedestres na cidade. Além de fiscais nas ruas, a CET instalou 240 câmeras de vídeo para flagrar motoristas que não dão preferência aos pedestres. Algumas câmeras são capazes de girar 360 graus. É aquela velha história: a multa vem antes da educação. A campanha publicitária – um sujeito vestido de faixa de pedestre no divã de um analista – pode até ser engraçadinha (não é!), mas não ajuda em nada.

Q

Será que a Prefeitura de São Paulo está fazendo também a sua parte em favor dos pedestres? Andando pela cidade, percebo a falta de sinalização adequada para quem precisa atravessar a rua. A CET colocou 275 banners e faixas perto de semáforos indicando que as pessoas só devem atravessar quando o sinal estiver verde para elas. Banners? Os cruzamentos da cidade deveriam ter o semáforo especial de pedestres (homenzinho andando e homenzinho parado). Bem, a assessoria de imprensa da CET não sabe informar quantos dos 80 mil cruzamentos da cidade possuem esse tipo de semáforo. Diz apenas que são 14.776 semáforos para pedestres instalados em São Paulo. Como cada cruzamento deveria ter oito desses semáforos, fiz uma conta rápida e cheguei ao número de 1 847 cruzamentos com sinalização. Não é um número preciso, pois percebi que vários cruzamentos não têm os semáforos de pedestres em todas as direções – no caminho para casa, anotei a Teodoro Sampaio com a Henrique Schaumann e a Sumaré com a Vanderlei, só para citar dois exemplos.

Pior: desses semáforos para pedestres, somente 130 marcam o tempo que falta para o sinal abrir. A CET informa que esses novos equipamentos estão instalados em cruzamentos como o da Boa Vista com a 3 de dezembro, na Praça da Sé, e na Cotoxó com a Tavares Bastos, na Pompeia. Na Cotoxó com a Tavares Bastos, ele é praticamente inútil. O ciclo do semáforo é tão, tão, tão demorado que ninguém espera o bonequinho verde aparecer. Atravessa na primeira chance.

(Com colaboração de Karina Trevizan e foto de Jose Patricio/AE)

Share Button