Share Button

1. Em época de Natal, nada mais normal que panetone. São diversos sabores e recheios, como chocolate, doce de leite, goiabada e… pernil. Ôps, você não leu errado. O sanduíche natalino Trenó Burger (R$ 25,90) leva 150g de pernil suíno, queijo ementhal, maionese caseira e molho vinagrete. Esses ingredientes são servidos em um panetone salgado, no formato de pão de hambúrguer, coberto por queijo parmesão e bacon.

Apesar de um tanto bizarra, a combinação está fazendo sucesso. Pelo menos, é o que diz o gerente José Filipe Andreoli. “As pessoas veem os ingredientes e ficam curiosas para experimentar”, conta. A receita do panetone foi desenvolvida pela Cepam, padaria responsável pela marca Village, que fica próxima ao restaurante, na Vila Prudente. “Fizeram a receita especialmente para nós”, afirma Andreoli.

2. A rede The Fifties inclui no cardápio desde 2007 o Christmas Burger (R$ 21,50), com hambúrguer de peito de peru. A carne é acompanhada por uma fatia de abacaxi, queijo prato e alface roxa. Para reforçar o clima natalino, o pão tem essência de panetone e o molho é feito de frutas secas.

3. Localizada ao norte da Itália, a região do Vêneto tem clima frio. “Por isso, os recheios levam coisas quentes, como castanhas, canela e frutas”, conta Alexandre Scabin, dono da sorveteria Stuzzi. Scabin lançou este ano o ‘pane di belluno’, bolo que lembra o panetone, mas segue uma receita diferente.

A massa não é como a do panetone. É mais densa – leva mel e canela. A receita está na família Scabin há gerações e foi trazida ao Brasil por Vittorio Scabin, avô de Alexandre. Ele foi o dono da primeira unidade da Stuzzi, criada na década de 30 no vilarejo de Sappada, no Vêneto. Quando abriu mão do sonho gelado e atravessou o Atlântico, transmitiu a paixão pelos sorvetes aos netos (Alexandre é dono da Stuzzi, e o irmão dele, Leandro, dirige a marca de picolés Diletto).

Na casa dos Scabin, a receita é mais presente do que o panetone do Brasil –  o que consumimos segue a receita tradicional da região de Milão. “Cada vez mais, inventam recheios e formas diferentes para o panetone, mas não mudam o produto”, afirma Alexandre. “O pane di belluno é outra opção de presente no Natal.” O doce é vendido em duas versões: mini (R$ 8) e grande, de 800g (R$ 57).

4. Outra opção diferente de presente é o chocotone de cerveja da Galeria Chocolate. O recheio, de chocolate belga amargo com 53% de cacau, leva na receita a cerveja irlandesa Guinness tipo stout, que tem sabor de chocolate, malte torrado e café.

É a primeira vez que a chocolateria faz este panetone. O proprietário, Daniel Goldberg, descobriu a receita enquanto tentava fazer um bombom. Uma cliente sugeriu a criação de um chocolate com cerveja. “Tentei com diversos tipos de bebidas e chocolates antes de chegar ao resultado final”, conta o chocolatier. A solução foi fazer uma redução (processo de evaporação que concentra os aromas do ingrediente) da cerveja escura. Assim surgiu a ganache de chocolate belga que recheia o bombom ‘Carla’.

No chocotone, o recheio é quase o mesmo, só foi reduzida a quantidade de cerveja na mistura. “Fiz isso porque a quantidade de ganache no panetone é muito maior”, afirma Goldberg. “Poderia ficar muito forte.” O doce só será vendido durante o período natalino.

O Blog do Curiocidade listou outros lugares que fazem doces usando cerveja. Veja mais aqui.

Serviço:
Galeria Chocolate
R. Gaivota, 779, Moema, 5051-1302

Garage Burger
Av. Prof. Luiz Ignácio de Anhaia Mello, 1.501, V. Prudente, 2274-6968

Stuzzi
R. Paulistânia, 450, V. Madalena, 3816-0279

(Com colaboração de Míriam Castro)

 

Share Button