Share Button

Veja só quem encontro às vésperas do Natal, numa ruazinha no bairro de Pinheiros: padre Juarez de Castro, em cima de sua scooter branca, da marca chinesa Shineray. Para dar conta das missas, shows, lançamentos de livros, programas de rádio e TV, padre Juarez comprou a moto de 50 cilindradas há um ano. Pagou 3.500 reais em 10 vezes. “Não preciso mais me preocupar com o trânsito e, principalmente, com as vagas de estacionamento”, comemora.

10818983_906473296029976_2033574155_n

O religioso de 48 anos garante que nunca levou embora o espelho retrovisor de ninguém, mas reclama dos motoristas que não dão seta para trocar de faixa. Teve um único acidente. Vinha pela rua Desembargador do Vale e, ao virar à esquerda na avenida Pompeia, desabou no chão. “Fiquei tão envergonhado com a barbeiragem que levantei depressa e saí correndo de lá”, conta. “Devem ter pensado que eu roubei a moto e estava fugindo”.

Share Button