Share Button

A Rua Teodoro Sampaio, principal corredor comercial do bairro de Pinheiros, existe desde finais do século XIX e fazia parte do loteamento Vila Cerqueira César.  Seu primeiro nome foi Pedro Vicente. Começava na Rua Arruda Alvim  e terminava nas proximidades da Rua Joaquim Antunes. O novo nome só seria oficializado em 24 de agosto de 1916 e homenageou o engenheiro, geógrafo, historiador e político baiano Teodoro Fernandes Sampaio (1855-1937), filho de uma escrava e de um padre. Posteriormente, a sua extensão foi aumentada para os atuais 3 quilômetros, começando na Avenida Dr. Arnaldo e terminando na Rua Fernão Dias. A Teodoro Sampaio tem uma estação da Linha 2-Verde do Metrô numa das pontas (Clínicas) e uma da Linha 4-Amarela na outra (Faria Lima).

teodoro

Teodoro Sampaio foi engenheiro, geógrafo, historiador e político baiano

Para comemorar esse centenário de batismo, a repórter Gabrielli Menezes, do São Paulo para Curiosos, percorreu as 22 quadras e contou 350 estabelecimentos comerciais. São 15 agências bancárias, duas lotéricas, 12 lojas de cosméticos e três bancas de jornal. Dor de dente? A Teodoro Sampaio tem 10 consultórios de dentistas.  Você ainda irá encontrar um posto de gasolina, uma igreja e uma loja de bicicletas. Ainda não acabou: uma academia de ginástica, uma escola de lutas marciais e uma de dança. Há um hotel, duas agências de viagem e três praças.  Abriga 78 prédios residenciais, sendo que apenas 20 deles possuem mais que três andares. São 13 prédios comerciais e 10 galerias.

Uma das lojas mais antigas ainda em atividade é a Ceylão, que vende fantasias e artigos para festas, inaugurada há 51 anos. O fundador da casa é o português José Henrique de Freitas, 85 anos, que está na ativa até hoje.  Ele tinha uma mercearia em Portugal e fugiu para o Brasil por causa de um casamento que seus pais haviam lhe arrumado. Henrique mudou-se para São Paulo, onde se casaria logo depois com a mulher que ele realmente ele escolheu. Amália e ele casaram-se em 1959. “O comércio na Teodoro Sampaio já foi melhor”, diz Henrique. “Muitas lojas fecharam e o movimento diminuiu, mas ainda é uma referência do comércio paulistano”. A Ceylão, afirma Henrique, fatura hoje 100 mil reais por mês.

A Teodoro Sampaio tem o 15º metro quadrado mais caro da cidade (R$ 8.459,00). Mas os 58 ambulantes instalados no dia de nossa contagem não estão nem aí para isso.

andando

A reportagem contou 350 pontos comerciais nos 3 quilômetros de extensão

Das 59 lojas de alimentação, quatro são bomboniéres e três, padarias. A mais antiga de todas é a Sensação Padaria, que fica na esquina com a Fradique Coutinho. Inaugurada em 1956, ela já teve quatro donos diferentes. Desde 1991, quem comanda o lugar é o empresário Fernando Casado, de 50 anos, junto com o irmão, Eduardo.  No fim da década de 1990, a Sensação chegou a ganhar o prêmio de melhor pizza em pedaço da cidade  concedido pela revista Veja S. Paulo Comer & Beber. As pizzas continuam ainda atraindo os frequentadores da Cinesala, que fica bem pertinho. “O segredo é estar sempre aberto”, afirma Fernando. “Só fechamos no Natal e no Ano Novo”.

sensacao

A Sensação Padaria foi inaugurada em 1956 e já teve quatro donos diferentes

A Teodoro Sampaio tem duas atividades comerciais bem marcantes. Para cima da Rua João Moura, o blog contou 32 lojas de instrumentos musicais.  A mais tradicional é a Tango, com 20 anos. “A variedade que se encontra aqui não existe em outras regiões do Brasil”, diz Fagner Regis, 35 anos, gerente da loja. “Somos referência”.  Esse número já foi maior. A construtora Helbor varreu um casarão dos anos 1940 na João Moura, um posto de gasolina e quase 20 lojas daquele quarteirão. Será levantado ali no terreno de 2.000 metros quadrados uma grande torre comercial. Os moradores de Pinheiros lutaram pela criação de um parque no local, mas sem sucesso. Um estacionamento ocupa a área enquanto as obras não começam.

A outra atividade que é marca registrada da Teodoro é a venda de móveis. Esse tipo de loja começou a se instalar ali na década de 1950 e domina o trecho entre a Henrique Schaumann e a Fradique Coutinho. A Ilustre é uma das 101 instaladas na rua. Abriu as portas no bairro em 1991. Já teve outras três unidades na Teodoro, mas só restou uma.

Ah, é sempre bom avisar: a Teodoro Sampaio tem quatro pontos com radares.

Share Button