Share Button

zoologia

O prédio do Museu de Zoologia da USP foi o primeiro na Cidade a ser construído especialmente para abrigar um museu, em 1940. Desde então, sofreu apenas pequenos reparos. Agora, o local  se prepara para sua primeira grande reforma. O projeto, que tem custo de R$ 4,5 milhões, será bancado pela  Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).  Haverá uma restauração em uma área do piso térreo, e também nas redes de eletricidade e de informática, além a implantação de um sistema contra incêndios. O museu trocará os armários comuns por modelos compactadores (que se movem na horizontal para ganhar espaço). “Temos coleções que cresceram muito, precisamos de espaço”, diz Hussam Zaher, diretor do Museu. “Só a nossa biblioteca tem 60 mil volumes”. Serão 13 armários no total, que vão armazenar os acervos de mamíferos, moluscos, répteis, parte da coleção de insetos e todo o acervo da biblioteca.

ciencia1

As obras estão para ser iniciadas e devem terminar apenas no final do ano. Durante os meses em que o museu ficará fechado para reforma, parte do acervo será exibida na Estação Ciência, na Lapa. “Vamos montar lá uma  exposição sobre biodiversidade, com animais de todos os grupos”, diz Maria Isabel Landim, professora da Divisão de Difusão Cultural do Museu de Zoologia. A parceria faz parte de um projeto de intercâmbio de divulgação cientítica promovido pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária. “Em vez de encaixotar as nossas exposições, estamos aproveitando o momento da reforma”, diz Zaher. Maria Isabel conta que, quando o acervo voltar ao prédio do Ipiranga, pretende aproveitar para modificar a exposição permanente. “Ainda estamos iniciando as pesquisas, mas o que eu posso adiantar é que pretendemos mostrar mais bichos. O público pede mais diversidade”, afirma.

A volta do Museu de Zoologia para o prédio reformado do Ipiranga tem prazo de validade. O museu  faz parte do projeto da Praça dos Museus da USP. A praça deve ser inaugurada em 2013 e o Museu de Zoologia irá para a Cidade Universitária. Ocupará um prédio com 14 mil metros quadrados – duas vezes mais que o espaço atual. O atual prédio será destinado à ampliação do vizinho Museu Paulista da USP, também conhecido como Museu do Ipiranga.

(com colaboração de Karina Trevizan)

Share Button