Share Button

Quem é fã de artigos e publicações com temática militar provavelmente já sentiu falta de algum evento para compartilhar essa paixão. Foi nisso que o publicitário Ricardo Della Rosa e o historiador Cesar Campiani  pensaram quando começaram a desenvolver a Militaria Fest, que ganha neste final de semana sua primeira edição: “Nós dois somos colecionadores e viramos amigos por causa disso”, diz Della Rosa.

A exposição de artigos militares terá 30 expositores exibindo e vendendo armas, documentos, uniformes e peças dos mais variados combates. “Conseguimos um certo equilíbrio entre os artigos nacionais e internacionais”, explica Della Rosa. “Nos últimos anos, muita gente vem se interessando por itens brasileiros, principalmente os relacionados à Força Aérea Brasileira”. O passeio pela história das potências militares começa com milenares espadas japonesas e se estende até as mais modernas tecnologias de camuflagem utilizadas na Guerra do Golfo (1990-1991). “Teremos muitas peças raras da Segunda Guerra Mundial. São coisas que não se vêem mais, principalmente depois que o Museu do Ipiranga fechou para reforma”.

Itens da Força Aérea Brasileira são cada vez mais procurados pelos colecionadores

O foco, porém, é no período que marcou o auge dos conflitos militares: as décadas de 1920 a 1960. Por isso, os organizadores se preocuparam em criar um ambiente vintage com direito a modelos pin-up e bandas de rock clássico para animar os visitantes – a expectativa é que sejam 800 em cada um dos dias (sábado, 27, e domingo, 28). Dificilmente outro local para o evento teria deixado Della Rosa tão satisfeito quanto a União Fraterna, salão de bailes localizado na Rua Guaicurús, na Lapa. “Ao entrar no salão, o visitante volta para a década de 1920. É perfeito”, vibra.

Ao todo, foram oito meses de pesquisa e consultas para chegar ao elenco de expositores. A maioria vem de São Paulo. Tem mais: o evento é tão aguardado pelos fãs que vem até visitante de muito longe para visitar a Militaria Fest. É o caso de Tatyane Cristina, que viajará junto com o marido Alex por 559 quilômetros a partir da cidade de Cambé (PR): “Meu marido é apaixonado pela história militar da Alemanha. Vimos o evento, deu certo para irmos e estaremos lá”, conta Tatyane.

Salão da União Fraterna, na Lapa: “Você entrá lá e volta para os anos 1920”

Della Rosa e Campiani se inspiraram em eventos realizados fora do Brasil. Os expositores estarão dispostos em mesas onde explicarão a história dos objetos mostrados ao público e eventualmente comprados por ele: “É como se fosse uma feira de antiguidades”, compara Della Rosa. Para ajudar a ambientar os visitantes, a Militaria Fest se valerá inclusive de encenações.

Artigos antigos da Polícia Militar estarão expostos no evento

No domingo, o Museu da Polícia Militar do Estado de São Paulo irá promover uma exposição no local. O regimento da cavalaria da instituição estará na entrada para recepcionar os apreciadores. Será a única exibição de caráter oficial: “Procuramos não misturar as coisas. É um evento ligado à história e não à política”, esclarece o organizador. A convocação está feita: se todos forem ao front, novas edições virão por aí.

Militaria Fest
União Fraterna – Rua Guaicurús, 27, Lapa.
Sábado (27/5), 11h/19h; domingo (28/5), 9h/17h.
Entrada: R$ 12

Share Button