Share Button

Em fevereiro passado, seis ex-jogadores do Corinthians estiveram no estúdio do fotógrafo Bob Wolfenson, na Vila Leopoldina, para  sessões especiais de fotos. Depois de três horas de poses, Rivellino, Sócrates, Neto, Marcelinho Carioca, Basílio e Wladimir deram centenas de autógrafos em folhas que seriam colocadas no “Collector’s Book – Nação Corinthians”, que chegará às livrarias  na última semana de setembro.

Há uma grande expectativa em torno do lançamento desse que será o primeiro livro da nova Editora Toriba, que tem como presidente Pedro Sirotsky, acionista e membro do conselho do grupo de comunicação RBS. Outros já estão sendo planejados, sempre dentro do mesmo conceito. A edição sai com apenas 1.500 exemplares luxuosíssimos, sem possibilidade de reedição. Cada exemplar tem 640 páginas e pesa 30 quilos.

Os ídolos corintianos autografaram as folhas, e não os livros, por uma questão simples. Os 1.500 livros pesam juntos 45 toneladas. Foi muito mais fácil levar as folhas de papel vergé, cada uma com 300 gramas. As fotos também foram autografadas. O material todo foi enviado para impressão na Itália. “Não havia como costurar com as máquinas brasileiras, que fazem livros com lombadas de no máximo 32 centímetros”, explica Carlos Ribeiro, diretor de redação da Editora Toriba. “O ‘Nação’ tem 50 centímetros de  largura”. As páginas que os ídolos assinaram foram coladas nos livros com fitas dupla-face.

corinthians_livro_nação

Em decorrência do tamanho, livro foi impresso na Itália

O livro tem três versões. Os onze primeiros exemplares, chamados de “Top 11”, custarão R$ 15 mil e trarão as assinaturas dos seis craques. Serão acompanhadas por um estojo de madeira revestido com couro italiano, com as seis fotos dos craques separadas, impressas em papel 100% algodão de 50 x 50 cm. Um deles será doado para a “Craques de Sempre”, organização beneficente mantida por Basílio. Os exemplares  numerados de 0012 a 0100, menos luxuosos, serão vendidos por R$ 9 mil, e também terão os autógrafos de todos. Os últimos exemplares custarão R$ 6,5 mil, com uma página assinada individualmente por apenas um dos seis jogadores.

Se os primeiros 100 exemplares foram autografados pelos seis jogadores, os outros 1.400 foram divididos em partes desiguais. Sócrates, Neto e Marcelinho assinaram 300 cada um. Basílio e Wladimir, 200. Rivellino, por sua vez, autografou somente 100. O lançamento oficial do livro está programado para o dia 26 de setembro nas livrarias Cultura e  da Vila, mas as pré-vendas já começaram pela internet. “É incrível: oito dos dez exemplares de  R$ 15 mil foram reservados”, festeja Ribeiro. Segundo ele, na primeira semana de pré-vendas,  70 livros tinham sido encomendados.

Para quem for até a loja atrás do livrão de 30 quilos,  Ribeiro adianta que a Livraria Cultura terá à disposição um funcionário para levar a compra até o carro do cliente. Mas a editora promete também enviar para a casa do comprador sem custo adicional.

Internado desde a madrugada da última sexta-feira, o Doutor Sócrates não é um dos mais requisitados entre os exemplares reservados  que trazem apenas um autógrafo. Segundo informações da editora Toriba, o preferido das pré-vendas é Rivellino – não à toa conhecido como “Reizinho do Parque”.

(Com colaboração de Karina Trevizan e fotos de divulgação)

Share Button