Share Button

Era para ser mais uma hamburgueria entre tantas que estão abrindo as portas. Até que os sócios André de Almeida, 27 anos, e Bruno Henrique dos Santos, 26, tiveram a ideia de transformar a lanchonete num reduto nerd. Santo André ganhou assim mais um endereço curioso: a Burger Bits. O restaurante, com capacidade para 70 pessoas, tem um telão e mais cinco mesas com consoles de videogame. Os gamers jogam enquanto os lanches não chegam ou naquela parada técnica antes da sobremesa. “Sentíamos falta de um lugar em que pudéssemos fazer as duas coisas que mais gostamos: comer e jogar”, diz André, formado em Engenharia. “Sou amigo do Bruno de longa data e grande parte do tempo que passamos juntos foi compartilhada com jogos”.

Os consoles têm mexido com a memória afetiva de muitos clientes. Pode-se escolher entre Nintendo 64, Super Nintendo, Mega Drive e Atari, entre outros. “Alguns pais vêm aqui para apresentar esses videogames para os filhos”, conta Bruno, que fechou uma agência de eventos para investir na lanchonete. Os jogos mais pedidos são o futebolístico FIFA, Mortal Kombat, Top Gear, Spider Man, Os Simpsons, Mario Kart e Sonic. André conta que no final da noite, pouco antes de fechar a casa, diverte-se com o personagem Mega Man.

11011543_130050560668533_3038821312036680569_o

Bruno já havia trabalhado em outros bares. Para essa empreitada, os dois contaram com a ajuda do chef Eduardo Nalegaka para elaborar o cardápio. São 10 opções de hambúrguer numa faixa entre R$21 e R$29, todos acompanhados de batata frita, batata rústica ou nachos. Alguns sanduíches foram batizados com nomes de personagens dos jogos, como o vegetariano Yoshi (hambúrguer de cogumelos, cheddar, alface, cebola e molho sour cream), que homenageia o dinossauro presente na série de videogames Mario.

11807795_123160941357495_4520822504111945505_o

O vegetariano Yoshi homenageia o dinossauro da série Mario e custa R$29

O clima nostálgico não perdoou nem os funcionários. O garçom Marcel Melinsky, 27, lançou um desafio assim que chegou ao Bits há três meses. O cliente que vence uma partida contra ele leva um chope na faixa. Quem perde, no entanto, paga um suco para o garçom. “Ainda estou invicto”, celebra Marcel

Não há tempo máximo de permanência nas mesas com consoles. “Já aconteceu de chegar um grupo e ficar numa mesa a noite inteira”, conta Bruno. “São os ossos do ofício. Por isso, não colocamos monitores em todas as mesas. Há controles que vão passando pelas outras mesas para quem quiser jogar no telão. É um jeito de trazer equilíbrio para a rotatividade da Burger Bits”. A recomendação para quem for ao Bits para pegar uma mesa com console é chegar bem cedo. Ou ter paciência e esperar alguma turma se cansar de jogar.

(Leia também a reportagem sobre outro bar bastante curioso em Santo André: Little IglooNo bar do canadense Rusty Russell, todos só se falam em inglês)

SERVIÇO
Burger Bits
Av. Dom Pedro I, 110 – Santo André
Tel.: (11) 2759-7387
Segunda a quinta, 18h/0h; sexta e sábado, 18h/2h; e domingo, 13h/0h.

Share Button