Share Button

Lacarmélio Alfêo de Araújo, 54 anos, mineiro da cidade de Inhapim, trabalha nas ruas de Belo Horizonte. Mas, uma vez por mês, passa alguns dias em São Paulo por causa do trânsito caótico da cidade. É que ele vende livros de histórias em quadrinhos em cruzamentos de movimentadas avenidas. E em São Paulo ele descobriu um mercado bastante atraente. Ontem, ele desfilava com sua gigantesca placa entre os automóveis parados no cruzamento da Henrique Schaumann com a Rebouças.

Ao que parece, a estratégia tem dado certo: desde 1972, quando começou o negócio na capital mineira, já lançou 70 revistas diferentes. A que estava vendendo ontem, “O combate da sogra contra o capeta”, é a de maior sucesso. Ele garante já ter vendido 70 mil exemplares só dessa edição, a 2 reais cada. Outra obra que ganhou destaque em BH foi “As aventuras de Celton” , nome pelo qual Lacarmélio é conhecido e também a identidade secreta de um super-herói, o Homem Felino. Apesar de já ter escrito 28 gibis sobre o personagem, o autor garante que não acha a presença de super-heróis imprescindível para o sucesso das histórias. “Incluo super-heróis nas minhas histórias porque sou um grande admirador dos gibis do Stan Lee (criador do Homem-Aranha e de outros heróis da Marvel), mas, na verdade, prefiro dar ênfase aos temas populares que eu abordo em minhas obras”, afirma.

20131017_144939

Embora a atividade não gere grandes lucros (ele diz que precisa vender ao menos 150 revistas por dia para pagar as despesas), o artista se apega no fato de conseguir sustentar a mulher e o filho de 10 anos fazendo aquilo que mais gosta. “Ou eu trabalhava em algo mais vantajoso financeiramente ou eu atuava em um projeto que representa satisfação pessoal”, afirma. “Escolhi o segundo, e hoje consigo pagar as minhas contas em dia”.  Além disso, faz questão de mostrar que possui uma obra independente, sem a interferência de editoras. “Já levei muito ‘não’ das editoras, e cansei. Então, decidi escrever as histórias em casa e imprimi-las numa gráfica”.

Em homenagem a cidade que o ajuda tanto, o autor lançará em janeiro do próximo ano a  história de São Paulo em quadrinhos. Será um belíssimo presente de aniversário para a capital que, há 460 anos, acolhe tão bem milhares de “Lacarmélios”.

Share Button