Share Button

Os amigos da ZL ficam bravos – e com razão – quando alguém esquece de incluir a festa junina do Clube Esportivo da Penha na lista das mais tradicionais da cidade. A primeira edição aconteceu há 65 anos. “Muitas festas juninas de São Paulo perderam a sua essência”, acredita o penhense Afonso Celso Lenzi, 56 anos, atual presidente e neto de um dos fundadores do clube. “Nós priorizamos o que é típico mesmo – as danças, as apresentações amadoras e as comidas”.  A quermesse tem reunido 3 mil pessoas a cada dia. Serão mais cinco noites de festança: 20, 21, 26, 27 e 28 de junho. As portas se abrem às 18h e os shows de forró, sertanejo, MPB ou pop rock começam às 20h30.

As apresentações amadoras dão charme à festa.

A festa junina, que já tem 65 anos, reuniu cerca de 3 mil pessoas nos primeiros sábados

Nas 20 barracas do espaço gastronômico, quem faz mais sucesso é a barraca da Vó Betina, com quitutes portugueses, e a da Família Ansanelli, que serve um concorridíssimo caldo de quatro queijos servido no pão italiano. Há ainda uma área de lazer para crianças, com brinquedos infláveis e até touro eletrônico.

A festa é a cara do bairro.

Quermesse tem barracas, shows e danças tradicionais

“Eu nasci no bairro e sou sócio há 40 anos”, diz Adilson Abraão Nenê, 66 anos. “Jogo tênis no clube e desde sempre venho à festa junina, que tem um ambiente muito familiar”.

Os ingressos custam 20 reais. O estacionamento também é pago (R$ 8 para carros de sócios e R$ 35 para carros de não-sócios).

Serviço:
Clube Esportivo da Penha
Rua Capitão João Cesário, 354 (pedestres)
Rua Armando Cardoso Alves, 106 (veículos)
Tel.: 2082-7244

Share Button