Share Button

Por causa da greve dos metroviários, que parou as atividades do metrô paulistano da quinta-feira (05/06) até a noite da última segunda-feira (09/06), a montagem da exposição Bola no Pé, Certidão na Mão teve de ser adiada. Mas a organização garante: amanhã, quarta-feira, as estações Brás e República, da linha 3-vermelha do Metrô, amanhecerão verde-e-amarelas. Quadros estilizados com as certidões de nascimento de todos os 89 jogadores brasileiros campeões mundiais compõem o acervo da mostra em cartaz até dia 23 deste mês. Depois disso, a coleção segue para a Estação Tatuapé, também da linha 3-vermelha, onde fica até dia 12 de julho, véspera da final da Copa do Mundo.

A exposição é uma iniciativa da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen-SP), que pretende conscientizar a população brasileira a respeito da importância do primeiro documento de vida de uma pessoa. Apesar da redução do índice de sub-registro infantil no Brasil na última década, que caiu de 26% para 6,2%, o número ainda é expressivo: há cerca de 600 mil crianças sem registro no país.

O acervo da mostra revela incógnitas históricas, como a que envolve a data de nascimento de Garrincha. Manuel dos Santos nasceu no dia 28 de outubro de 1933, em Pau Grande, município de Magé (RJ). Seu pai, porém, demorou a registrá-lo e quando o fez, errou na hora de dizer a data ao escrivão. Por isso, na certidão de nascimento, consta o dia 18. No papel, portanto, Garrincha é libriano, mas na verdade ele é do signo de Escorpião. Para complicar ainda mais, o jogador mudou de nome: passou a assinar como “Manuel Francisco dos Santos” depois que o chefe da seção da fábrica onde trabalhou acrescentou o nome “Francisco” em sua ficha para evitar confusões com outros “Manuéis”.

garrincha

A certidão de Pelé é outra que revela histórias curiosas. O jogador foi registrado como Edison, em homenagem ao inventor da lâmpada, o norte-americano Thomas Edison. A grafia, no entanto, não pegou: Pelé sempre assinou “Edson” (sem a letra “i”) e a própria rua do cartório em Três Corações (MG) responsável pelo registro do craque foi renomeada para Rua Edson Arantes do Nascimento.

pele

Share Button