Share Button

Os cupcakes são tão perfeitos que muita gente acaba comprando para pregar peças nos amigos. Não foi o caso da advogada Diana Phlippsen, 34 anos, mãe do sharpei Budweiser, que nasceu com problemas de calcificação no rim. Por causa disso, Diana passou a procurar refeições alternativas à ração comum. Ela comprou um dos cupcakes caninos e presenteou Bud, que aprovou a novidade na hora. “Agora, toda vez que ele vê o bolinho, sai correndo feito louco”, conta Diana. “A maior vantagem da guloseima é ser 100% natural. Fico segura, porque sei que não vai fazer mal ao Bud”.

12552517_1663562500569160_6341520353863045103_n

Depois de cinco anos trabalhando como barista na Nova Zelândia, a também advogada Ana Carolina Bertazzo, 34, voltou ao Brasil com o desejo de abrir um negócio próprio. Assim começa a história da Cupcão, loja que vende cupcakes “bons pra cachorro”. A inspiração nasceu da paixão pelos animais e das técnicas de alimentação natural que conheceu em Queenstown, cidade neozelandesa que fica na Ilha do Sul. “A alimentação não levava nenhum corante, conservante ou qualquer coisa que não fosse natural”, lembra Ana. “Vi que muitas lojas especializadas apostavam em biscoitos naturais. Procurei uma opção que fugisse disso e pensei nos cupcakes”.

Para aprender a manusear os alimentos, Ana fez um curso de dietas caseiras para animais. Depois ela se juntou à mãe, a administradora Emma Maria Bertazzo, 54, para inaugurar a pequena loja na Rua Iperoig, em Perdizes. São quatro sabores de cupcakes vendidos ali: iogurte, banana, cenoura e o favorito, alfarroba (semente alternativa ao chocolate). Todos custam R$3,50 a unidade e podem ser recheados com cream-cheese, batata doce ou aveia.

socios

O médico veterinário Gustavo Junqueira Machado, 41, aprova a ideia do cupcake canino. “Funciona como um petisco e é mais interessante do que temos atualmente no mercado”, avalia. Mas ele faz também um alerta: “O ser humano tem o mecanismo da ‘vontade’. Isso significa que nosso instinto dá um alerta quando precisamos do alimento. Na falta de potássio, sentiremos vontade de comer banana. Ou, quando nos faltar cálcio, tomaremos leite. O problema é que o animal não faz isso”. Para o doutor Gustavo, o ideal é que o animal visite o médico veterinário para fazer uma avaliação exata de suas necessidades.

Além dos cupcakes, a Cupcão vende biscoitos funcionais, muffins e bolos de aniversário. O kit de aniversário (com bolo, chapeuzinho para o pet-aniversariante, cupcake e quadro com a foto do animal) custa R$ 43. Todos os produtos são feitos na loja, pela própria dona. “Tudo é artesanal”, garante Ana. “Cada quantidade é especifica para cada tipo de animal. E muito bem calculada”.

Serviço:
Cupcão
Rua Iperoig, 435, Perdizes
Tel.: 98200-0004 ou 2359-5379
Seg. a sex., 9h/20h; sáb., 10h/14h

Atualização em 29 de janeiro de 2017: o endereço da Cupcão mudou para Rua Ministro Ferreira Alves, 171, Vila Pompeia. Horário de funcionamento: de segunda a sexta das 9h às 19h; sábado das 9h às 16h. Telefone: 2359-5379.

Share Button