Share Button

O Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, tem cerca de 36 mil funcionários. Estima-se que 300 mil pessoas passem pelo aeroporto todos os dias. Por causa do grande número de pessoas que circulam por ali, a administração do aeroporto resolveu criar, em 1987, um espaço para orações. Começou com missas católicas. Depois, um pastor evangélico pediu para celebrar cultos no espaço também. O projeto cresceu e, hoje, são celebrados também cultos ecumênicos, espíritas e até meditação de ioga.

salaecumenicaaeroportoguarulhos

A sala de 110 m² tem capacidade para 33 pessoas sentadas. Fica no piso de embarque, no corredor de interligação entre os terminais de passageiros 1 e 2. O lugar não tem na decoração qualquer ornamento relacionado a alguma religião. Os religiosos precisam levar seu material (velas, bíblias, imagens) a cada celebração. O único elemento fixo da decoração é um quadro com a Rosa dos Ventos, figura que indica os quatro pontos cardeais.

Fixada na entrada da sala ecumênica, há a tabela com a programação das celebrações. Uma hora antes do início de cada encontro, os passageiros e funcionários são avisados pelo sistema de som do aeroporto. José dos Santos Pereira Gomes, missionário do Conselho de Capelania Evangélica do Brasil, celebra cultos no aeroporto há 17 anos. “O pedido mais comum é por orações para abençoar a viagem”, conta ele.  “As pessoas gostam muito do Salmo 121, o salmo do viajante. ‘O Senhor guarda a sua saída; guarda a sua entrada’.”

Josué Bertolim também celebra cultos no espaço religioso desde maio. Ele é ministro pregador da Religião de Deus (ecumênica). “É um espaço de meditação para quem passa pelo aeroporto, e são pessoas do mundo inteiro”, diz. “Cada uma com sua crença”.  Nesses meses de pregação no aeroporto, Bertolim se lembra de um caso curioso: “Estávamos no meio da celebração e entrou um grupo de pessoas de uma outra religião”, conta. “Elas começaram a fazer uma oração ajoelhadas. Percebemos que era um momento importante e o ministro Marco Dametto pediu um minuto de silêncio para elas terminarem a prece”.


Onde:
Rodovia Hélio Smidt s/nº – Cumbica – Guarulhos.

Share Button