Share Button

Em 1975, a Auto-Escola Guerra foi uma das primeiras a oferecer cursos de habilitação para portadores de deficiência.  Além de cursos para surdos-mudos, há também aulas para portadores de deficiência física, com direito a carro automático adaptado. A escola tem um instrutor que conhece a linguagem de libras. É esse mesmo professor que  dá aulas aos alunos com mobilidade reduzida. Antonio Roberto Sorriso, dono da auto-escola, explica que o curso especial não é muito diferente do comum. “As exigências do Detran são as mesmas”, diz. “Apenas a forma de comunicação é diferente com os surdos-mudos. Para os portadores de deficiência, o carro precisa  ser adaptado, com comandos manuais”. O preço do curso é mais alto porque, segundo Antonio, a procura por esse serviço é menor. O custo total é de R$ 1.370, incluindo todas as taxas. “A procura de surdos-mudos é muito pequena”, afirma Antonio. “Já os portadores de deficiência física aparecem mais por causa dos incentivos”.  Os veículos de  portadores de deficiência são isentos de IPI, IOF, ICMS, IPVA e do rodízio municipal. Pelas contas de Antonio, apenas outras 10 auto-escolas em São Paulo oferecem o mesmo tipo de serviço.

A

Auto-Escola Guerra
Rua Prof Alfonso Bovero, 1122; Pompeia; 3673-1843

(com colaboração de Karina Trevizan e foto de Hélvio Romero / AE)

Share Button