Share Button

A designer e ilustradora gaúcha Niege Borges, 22 anos, calcula ter visto a cena final do musical Chicago seis vezes seguidas. Não que seja o filme preferido dela. Mas a ideia era desenhar os passos de dança para ilustrar uma série que Niege batizou de “Dancing Plague” (Praga Dançante). O nome vem de um fenômeno que aconteceu em Strasbourg, na França, em 1518. Uma mulher chamada Frau Troffea começou a dançar na rua e, durante dias, cerca de 400 pessoas se juntaram a ela, fato que resultou até mesmo na morte de algumas por exaustão Das 20 coreografias desenhadas por ela para o projeto, 10 foram adaptadas para camisetas à venda na loja El Cabriton, na Rua Augusta (R$ 74). Niege precisa congelar as imagens para desenhar. Algumas são fáceis, como o número de “Pequena Miss Sunshine”, mas outras dão o maior trabalho. “Por isso, tive que misturar as mais ‘bobinhas’ com as complexas”, justifica. As cores das estampas também seguem os padrões dos filmes, como o roxo de Beetlejuice ou a azul-marinha de Cantando na Chuva.

Para ver todas as ilustrações, acesse o Tumblr da designer: http://dancingplagueof1518.tumblr.com/. O Blog do Curiocidade mostra a seguir algumas danças estampadas nas camisetas:

Dança “Bird Is The Word!”, do desenho Uma Família da Pesada:


 

Dança “Nowadays”, do musical Chicago:


Serviço:
El Cabriton, Rua Augusta, 2008, Jardim Paulista, 3081-6130

(Com colaboração de Juliana Tamdjian e fotos de divulgação)

Share Button