Share Button

Como o mercado de produtos orgânicos ainda engatinha em São Paulo, toda novidade merece ser registrada. Há dois meses, o bairro de Chácara Santo Antônio, na zona sul, ganhou a Yampa Burger, que tem como um dos seus itens mais aclamados um sanduíche com hambúrguer orgânico. O Burganic é feito com com pão orgânico Ton Pain, hambúrguer (150g) de carne orgânica Korin, queijo meia cura, cebola caramelizada, tomate em rodelas e baby rúcula. É um dos itens mais caros do cardápio (R$ 36).

O Burganic, sanduíche orgânico da Yampa Burger

É o primeiro passo para um projeto ainda mais ousado: fazer uma hamburgueria 100% orgânica em São Paulo. “O público não conhece muito do tema, confunde vegano com orgânico”, afirma Viviane Tredler, uma das sócias. “Queríamos trazer o universo orgânico para perto de mais gente”. Como os produtos orgânicos chegam muito caros ao vendedor final, a solução para não encarecer os lanches foi reduzir a margem de lucro. Outros empecilhos, no entanto, viriam adiante: “Muitas vezes falta produto, ou ele vem com a qualidade abaixo do esperado. Ficamos reféns disso. E, por mais que tenhamos um propósito, um ideal, nós temos um negócio que precisa dar resultado”, pontua. Por isso, optou-se por fazer apenas um sanduíche nesses moldes por enquanto.

Leia também: Vila Madalena ganha o primeiro supermercado 100% orgânico da cidade

A Yampa tenta manter o propósito original trabalhando com um hortifruti 100% orgânico, mas nem sempre é possível. Refrigerante artesanal, suco orgânico, brigadeiro vegano, café orgânico e caipirinha de cachaça orgânica também se fazem presentes. Para os vegetarianos, são duas opções de sanduíches: o Mush, feito de hambúrguer à base de um mix de cogumelos (R$ 29), e o Pumpkin, à base de grão-de-bico e abóbora kabocha (R$ 19). O cardápio foi desenvolvido pela chef Juliana Katz.

O Yampa, que carrega o nome da casa, leva 150g de hambúrguer de costela, queijo mussarela e cebola caramelizada, tudo no pão australiano (R$ 22)

A história do Yampa é curiosa: os cinco sócios vêm do mercado imobiliário e buscavam um negócio que pudesse garantir uma renda que não dependesse do vai-e-vem da venda de imóveis. O projeto tinha um sexto sócio: André, marido de Viviane, que faleceu aos 40 anos vítima de um infarto fulminante quando a ideia ainda era embrionária. Para buscar o diferencial desde o nome, os agora empresários apostaram no Yampa, um rio de 400 quilômetros sem obstáculos que cruza o Colorado, nos Estados Unidos: “Por ser hambúrguer, queríamos algo que remetesse aos Estados Unidos, mas sem cair no clichê do Texas ou coisa parecida”, explica Viviane.

A Korin, fornecedora da Yampa, anunciou que irá colocar em breve à venda nos supermercados os seus hambúrgueres orgânicos. Serão duas versões: um só com carne de costela e outro com um mix de cortes. Os novilhos são criados no Pantanal do Mato Grosso do Sul e têm alimentação orgânica certificada – pastagens nativas e ração orgânica.

Serviço:
Rua Joerg Bruder, 81, Chácara Santo Antônio
Tel. 3791-4620
Seg. e ter. 12h/15h; qua. a sex. 12h/15h e 18h/22h

Share Button