Share Button

Com a proposta de vender camisetas expostas como se fossem revistas ou jornais, a Banca de Camisetas surgiu em 2002. Em nove anos, a marca virou uma pequena rede com cinco lojas:  shoppings Pátio Higienópolis, Morumbi e Villa Lobos, além das unidades da Vila Madalena (Rua Harmonia, 322) e dos Jardins (Alameda Franca, 1.104). Só que  todas  as lojas foram fechadas, e os clientes agora contam apenas com a loja virtual.

camisetas1

(Reprodução)

A primeira unidade a fechar suas portas foi a do Sopping Villa Lobos, em agosto do ano passado. “No corredor em que a loja ficava, abriram chaveiro, salão de beleza, agência de correio”, explica Gilberto Leandro, sócio da Banca.” O lugar se transformou em um espaço de serviços, ninguém passava lá para comprar. A gente ficou meio sem público ali”.

As outras quatro lojas fecharam todas de uma vez, em maio deste ano. O custo para manter as unidades físicas estava pesado demais. “Manter uma unidade em shoppping é caríssimo”, diz Gilberto. “Hoje em dia, por uma lojinha minúscula, você paga em torno de R$ 7 mil por mês”, calcula ele. “A internet tem menos custo, e o espaço é ilimitado. Vou poder até oferecer mais variedade a partir de agora”, planeja. Gilberto afirma que os preços dos produtos continuam os mesmos.

(Com colaboração de Karina Trevizan)

Share Button