Share Button

Num pequeno estande da galeria Augusta Artes, no centro da cidade, vendem-se camisetas personalizadas de times, que se destacam por um detalhe curioso: no lugar do nome do jogador, está seu apelido. Em vez de Sócrates, Zico e Pelé, o cliente depara com “Doutor”, “Galinho” e “Rei”. A marca Os Caras foi criada há três meses pelos sócios Fabiano Rampazzo, 38 anos, e Theo Lambert, 28. A ideia é mais antiga: tem pelo menos 15 anos, e veio do próprio Fabiano, que buscava uma forma de se aproximar de seus ídolos do futebol. “Sou muito fã do Romário, mas pra mim ele é o ‘Baixinho’”, exemplifica.

os caras-baixinho

O acervo da marca é ainda limitado: são 10 craques contemplados (um de cada um dos quatro grandes times paulistas, um do Flamengo, quatro da Seleção Brasileira e um da Argentina). Mas Fabiano promete: até o final de agosto, haverá um modelo estilizado de camiseta para cada um dos 12 mais populares times brasileiros – Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Santos, Flamengo, Fluminense, Botafogo, Vasco, Internacional, Grêmio, Atlético-MG e Cruzeiro (as camisetas trazem, na frente, versões estilizadas dos escudos dos times). Vêm por aí homenagens ao vascaíno Roberto Dinamite e à dupla Assis e Washington, que nos anos 80 ganhou o apelido de “Casal 20” pela parceria no Fluminense.

os caras-socrates

Por enquanto, dois modelos cativam os clientes da loja: o do Doutor corintiano e – pasme! – o de Maradona. Atrás da camisa do craque argentino, está o apelido “Dios”, uma referência tanto ao episódio da “mão de Deus” (ele atribuiu ao Criador o gol que fez com a mão contra a Inglaterra, na Copa do México de 1986) quanto à adoração da torcida argentina por seu maior ídolo. Fabiano se surpreendeu com a aceitação do público brasileiro: “Tem muita gente do contra!”. Quando perguntado se gosta de Maradona, ele é preciso: “Não – sou fã de Pelé”.

os caras-maradona

Só que a camisa mais curiosa do catálogo de Os Caras não tem ligação com nenhum craque: presta uma controversa homenagem ao juiz de futebol. A pólo preta com dois bolsos frontais vem com as réplicas perfeitas dos cartões amarelo e vermelho. Nas costas? “F.D.P.”. Fabiano Rampazzo tem a explicação na ponta da língua: “Como estamos tratando pela ótica do torcedor, temos que fazer o mesmo com o árbitro”. Se Sócrates e Maradona lideram a lista dos mais vendidos, as camisetas do homem de preto são as que mais esquentam as prateleiras. Fabiano não se surpreende: “É claro que é uma brincadeira, mas tem que ter muita personalidade para usar”. Todos os modelos custam de R$ 54,90 (body infantil) a R$ 79,90 (baby look), exceto o do árbitro, que sai por R$ 89,90.

os caras-juiz

Serviço
Galeria Augusta Artes
Rua Augusta, 1283, Centro
Quarta e quinta, das 12h às 20h; sexta, das 12h às 22h30; sábado, das 13h às 22h30; domingo, das 13h às 20h30.
Vendas online: http://www.oscarasbr.com
Tel. 98942-2779

Share Button